Défice de Atenção. Sabe do que se trata?

01.07.2015

VOLTAR

O distúrbio de défice de atenção (DDA) é um distúrbio neurobiológico, mais frequente no sexo masculino, que se caracteriza pelo desenvolvimento inadequado de aptidões de atenção, mas que não se deve a quaisquer problemas emocionais. Na realidade, a designação técnica de défice de atenção não é a melhor, e deveria designar-se por atenção inconsistente ou atenção variável.

Por isso é também conhecido pelo Síndrome dos Paradoxos: a pessoa pode ser numa altura hiperativa e noutra revelar uma quietude de sonho acordado; muito atenta com estímulos novos e distraída com rotineiros; por vezes muito sensível aos sentimentos dos outros e noutras retirada da dinâmica interpessoal;muito criativa numas alturas e sem ideias noutras; otimista/pessimista; boa em matemática num dia e má noutro.

As pessoas com DDA nem inibem, nem modelam as suas respostas tão automaticamente como as pessoas sem este problema. Isto conduz, mais ou menos diretamente, aos outros sintomas associados ao DDA. Também conduz a qualidades positivas, tais como criatividade, espontaneidade, justiça, bondade, energia alta e abertura.